Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

ALIMENTOS QUE COMBATEM OS SINTOMAS DA MENOPAUSA

A menopausa caracteriza-se por um estágio da vida da mulher em que os ovários deixam de produzir os hormônios estrógeno e progesterona. Com isso, começa a ter irregularidades no ciclo menstrual com menstruações cada vez menos freqüentes, até que cessem de vez. Ocorre geralmente por volta dos 50 anos de idade, podendo provocar alguns sintomas, como ondas de calor, suores noturnos, insônia, irritabilidade, depressão, entre outros.

Como o estrógeno é o hormônio responsável pela distribuição da gordura corporal, pela fixação do cálcio nos ossos e pelo equilíbrio das gorduras no sangue, após a menopausa ocorre o acúmulo de gordura na região abdominal, a perda de cálcio dos ossos, favorecendo o surgimento da osteoporose e o aumento nos níveis de colesterol no sangue, o que aumenta a chance de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Com base nessas informações, seguem abaixo algumas dicas que podem auxiliar na atenuação dos efeitos provocados pela menopausa.

Inclua soja no seu cotidiano

A soja contém substâncias denominadas isoflavonas, que são consideradas uma versão natural do mais importante hormônio feminino: o estrógeno. Estudos atuais apontam que os sintomas da menopausa, como, por exemplo, as ondas de calor, e o aumento da incidência de osteoporose são atenuados com o consumo de soja.

As isoflavonas também têm sido implicadas na prevenção de doenças cardiovasculares, uma vez que melhoram o colesterol dos pacientes. Pode-se consumir a soja em grão ou seus derivados, como leite de soja, tofu (preferir os enriquecidos com cálcio), farinha de soja..

Experimente usar linhaça

A linhaça contém uma substância chamada lignana, que também tem ação semelhante à do estrógeno. Com isso, ela tem como propriedade o alívio dos sintomas da menopausa.

O ideal é triturá-la a seco no liquidificador e depois guardá-la na geladeira e ao abrigo da luz, para que não perca suas propriedades. Esse pó pode ser adicionado a sucos, iogurtes, leite, saladas e até na comida. Use a sua criatividade! A quantidade recomendada é de até uma colher de sopa por dia.

Não se esqueça do cálcio!

A falta de cálcio pode provocar osteoporose, aumentando o risco de fraturas em quedas. Inclua na sua alimentação de 3 a 4 porções de alimentos que são fonte de cálcio, como leite desnatado, iogurtes desnatados (0% de gordura), queijos magros (cottage, ricota, minas, frescal, mussarela de búfala) e requeijão light.

Fonte: www.einstein.br