Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

DICAS PARA SE ALIMENTAR BEM FORA DE CASA

​​​Refeições fracionadas, por quê?​​

Muitas pessoas pensam, equivocadamente, que ficar sem comer é uma vantagem, pois acreditam que a ausência de calorias resultará no emagrecimento. O que elas desconhecem é que pular uma refeição é uma atitude insensata, levando-se em conta que o organismo sentirá necessidade de se alimentar, demasiadamente, na refeição seguinte.

Outra vantagem, é que um ótimo fracionamento alimentar (cinco a seis refeições por dia), é uma das principais medidas para se manter o metabolismo sempre ativo. O efeito térmico do alimento deve-se principalmente aos processos de digestão, absorção e assimilação de nutrientes.

Lanches como frutas, sucos, iogurtes, biscoitos integrais, barras de cereais e frutas secas podem ser boas opções, desde que consumidos em quantidades adequadas em refeições intermediárias.

Como comer adequadamente fora de casa?

O serviço de restaurante tem sido cada vez mais utilizado. Mais da metade de todas as nossas refeições são realizadas nesses locais.

Seguem algumas dicas:

  • Para temperar as saladas, prefira o molho vinagrete, o vinagre tradicional ou balsâmico, o azeite (moderadamente), o limão e as ervas de uma forma geral. Cuidado com o excesso de azeite (utilize no máximo 1 colher de sopa), pois, apesar de ser considerada uma gordura “boa”, ele é tão calórico quanto as demais gorduras.
  • A ingestão de sal é sempre maior quando comemos fora de casa. Sabendo disso, evite adicionar sal à salada e abra mão de frios, como o presunto e queijos, azeitonas, alcaparras. No caso de hipertensos, esses cuidados devem ser redobrados.
  • Evite ingerir líquidos durante as refeições. Se for consumir, opte por água ou suco natural de baixa caloria, sempre evitando ultrapassar 200 ml por refeição, a fim de evitar sobrecarga de volume no estômago.

À la carte

  • Observe bem o cardápio, não hesitando em perguntar ao garçom acerca dos ingredientes ou dos métodos de preparação com os quais você não esteja familiarizado.
  • Opte por não comer o couvert.
  • Substitua frituras por cozidos, assados ou grelhados e para temperar a sua salada prefira azeite, vinagre ou limão ao invés de maionese, molhos cremosos, ovos e queijos.
  • Se a sua escolha for massa, peça as mais simples, com molho de tomate. Evite as recheadas com molhos à base de creme de leite e queijos amarelos, pois são mais calóricas.
  • Para sobremesas, opte por frutas ou salada de frutas e no caso de sorvetes, escolha os de frutas, cremosos light ou frozens.
  • Cafezinho só com adoçante. Dispense licor ou outros aperitivos.

Self service

  • Para montar um prato equilibrado, devemos iniciar com uma salada bem variada de folhas e legumes (capriche nas cores!), ocupando metade do prato, ficando os outros 25% reservados a uma opção de carboidrato, de preferência integral (arroz integral, batata ou massas integrais) e 25% à proteína magra (soja, feijão, ervilha, grão de bico, lentilha, peixe, frango ou carne). Não é recomendável repetir.
  • Devido à grande variedade de saladas e preparações, os restaurantes self service​ possibilitam perfeitamente o consumo de uma dieta com teor reduzido em calorias, variada e completa em nutrientes.

Churrascaria rodízio

  • Comece pelo bufê de saladas. A maioria dos rodízios hoje tem muitas opções saborosas.
  • Prefira cortes de carnes mais magros ou pelo menos retire a gordura visível. Lembre-se que assim mesmo essa carne continuará sendo um alimento gorduroso. No caso de aves, retire também as peles.
  • Evite as frituras, bebida alcoólica e sobremesas doces. Uma boa opção é o abacaxi ou o mamão, pois ajudam no processo digestivo.
  • Fonte:www.hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/