Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

EVITE AS MANCHAS DE FRUTAS ÁCIDAS NO VERÃO

Reação provocada pelo contato do sumo, por exemplo, do limão com o sol é conhecida por fitofotodermatose ou fitofotodermatite

Você sabe o que é a fitofotodermatose ou fitofotodermatite? Talvez não pelo nome, mas já sofreu ou conhece alguém que ficou com manchas na pele após derramar, por exemplo, suco de limão e ficar exposto ao sol, certo? Por isso o problema é ainda mais frequente no verão.
E engana-se quem imagina que apenas o limão pode provocar manchas. Algumas plantas e outras frutas ácidas, como a laranja e a tangerina, também são capazes de desencadear o problema. Além disso, perfumes, refrigerantes, desodorantes também podem desencadear, quando em contato com o sol, a fitofotodermatose ou fitofotodermatite.
Quadro clínico
As áreas mais afetadas são as mãos, o colo e os lábios, por terem mais contato com o suco das frutas. Após o contato da pele e exposição ao sol, surgem manchas avermelhadas com disposição irregular, consoante as áreas de exposição. Podem surgir também bolhas.
Posteriormente, as manchas avermelhadas tornam-se acastanhadas e esmaecem espontaneamente. No local da reação é comum haver ardência, dor e coceira. O ideal é sempre buscar um dermatologista que poderá prescrever um tratamento específico.
Cuidados
O principal cuidado é simples: não entrar em contato com frutas ácidas e se expor ao sol em seguida, lavar bem as mãos com água e sabão nas regiões que tiveram contato com o sumo de alguma fruta e não esquecer também de lavar o rosto, especialmente em volta da boca. Sempre proteger a pele da exposição solar, com um protetor solar, especialmente as áreas manchadas.
Fonte: https://www.einstein.br