Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

INFECÇÃO URINÁRIA EM CRIANÇAS

 

A infecção do trato urinário (ITU) em crianças é uma das infecções bacterianas mais comuns. O trato urinário normalmente é estéril. A presença de bactérias no local pode causar infecções “baixas” (cistite, uretrites) ou pielonefrites (infecções no rim). Até o 1º ano de vida, os meninos podem ser mais acometidos, mas após essa idade, a incidência é maior nas meninas.

A suspeita clínica baseia-se em sinais como dor para urinar, urgência urinária, forte odor na urina, retenção ou incontinência urinária, dor lombar. Estes sinais podem estar associados a apatia, febre ou hipotermia (queda da temperatura do corpo), vômitos, diminuição do apetite. Quanto mais nova a criança, mais chances de apresentar um quadro grave, com maior chance de lesão no rim e até de disseminação da bactéria para outras áreas do organismo.

O diagnóstico é feito com a coleta da urina de forma estéril. Em crianças menores de dois anos, que não controlam o jato urinário, a coleta sempre é realizada por sonda. Em alguns casos, a criança deverá ser internada e tratada com antibióticos endovenosos (por exemplo, recém-nascidos, crianças com imunidade baixa, ou quadro mais grave da doença etc.).

O tratamento é feito com o isolamento da bactéria e o antibiograma (exame para conhecer a resistência dos micróbios a antibióticos e quimioterápicos. Em alguns casos, quando há suspeita de alguma má-formação no trato urinário ou baixa imunidade, será necessária uma investigação posterior, para evitar novas infecções.
Fonte http://www.einstein.br/blog/Paginas/post.aspx?post=831