Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

MITOS E VERDADES SOBRE O SONO

 

Quanto mais se dorme, melhor.
MITO – Recomenda-se dormir entre sete e nove horas todos os dias, sendo por volta de sete a oito horas geralmente o ideal.

O ronco é prejudicial à saúde.
VERDADE – O ronco é a vibração das vias aéreas (nariz e garganta) em decorrência de uma dificuldade da passagem de ar. Muitas vezes, ele provoca “quebras” frequentes e breves do sono, levando à sonolência diurna. O ronco pode ser um sinal de apnéia do sono.

Ingerir bebidas alcoólicas ajuda a dormir bem.
MITO – Embora o álcool demonstre um efeito de sonolência num primeiro momento, trata-se de uma sensação falsa provocada pelo início da embriaguez. As bebidas alcoólicas são, na verdade, estimulantes e o consumo de cervejas, vinhos, uísque, vodka e das demais bebidas alcoólica deteriora a qualidade do sono, prejudicando sua qualidade.

O importante é dormir de seis a oito horas, mesmo que sejam dividas ao longo do dia.
MITO – O melhor sono é aquele ininterrupto. Por isso, indica-se dormir no período noturno, em ambientes totalmente escuros, silenciosos, bem ventilados (aproximadamente 24ºC), limpos e sem a presença de animais domésticos. A claridade, o barulho e os movimentos na cama podem interromper o sono.

Dormir ajuda as crianças a crescerem.
VERDADE – Mas dentro dos limites necessários recomendado para cada idade. Isso ocorre porque o pico do hormônio do crescimento é noturno. Se não há um bom sono, a criança pode ter a sua estatura afetada.

Fazer atividade física antes de dormir atrapalha o sono.
VERDADE – Embora sejam indicadas para o bem estar e para uma vida mais saudável, as atividades físicas devem ser realizadas até cinco horas antes de dormir pelas pessoas que têm problema com o sono. Os exercícios físicos tendem a aumentar excitabilidade depois de realizados, prejudicando o descanso noturno.

Cochilar à tarde faz bem.
VERDADE – Desde que não ultrapasse os 40 minutos após o almoço. Mais do que isso pode começar a prejudicar o sono noturno, que é o mais importante.

Dormir durante o dia e ficar acordado à noite é normal.
MITO – Este problema pode ser considerado uma síndrome e está fora dos padrões da normalidade. O ser humano foi programado para dormir à noite, quando ocorre a ausência de luz, a secreção da melatonina (hormônio responsável por regular o sono) e a temperatura do corpo cai. A junção desses fatores contribui para o descanso. Geralmente, as pessoas que dormem durante o dia dormem menos e o sono não tem a mesma qualidade do sono noturno.

Fonte: www.hospitalsiriolibanes.org.br – Dr. Maurício da Cunha Bagnato, pneumologista e integrante da Unidade de Medicina do Sono do Sírio-Libanês.