Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

SAIBA MAIS SOBRE : BIOIMPEDÂNCIA E DENSITOMETRIA CORPORAL

A bioimpedância é um exame que analisa a composição corporal, indicando a quantidade aproximada de músculo, osso e gordura. Esse exame é muito utilizado em academias e complemento em consultas de nutrição para avaliar os resultados do plano de treino ou da dieta, por exemplo, e pode ser realizado a cada 3 ou 6 meses para se comparar resultados e verificar alguma evolução da composição corporal.

Este tipo de exame se faz em balanças especiais, como Tanita ou Omron, que têm placas de metal que conduzem um tipo fraco de corrente elétrica que atravessa todo o corpo.

Por isso, além do peso atual, estas balanças também mostram a quantidade de músculo, gordura, água e até as calorias que o corpo queima ao longo do dia, de acordo com sexo, idade, altura e intensidade da atividade da física, que são dados introduzidos na balança.

Como funciona

Os aparelhos de bioimpedância conseguem avaliar a  porcentagem de gordura, músculo, ossos e água do corpo porque uma corrente elétrica passa pelo corpo através de placas de metal. Essa corrente viaja facilmente pela água e, por isso, tecidos muito hidratados, como os músculos, deixam a corrente passar rapidamente. Já a gordura e os ossos possuem pouca água e, dessa forma, a corrente tem maior dificuldade para passar.

E e assim a diferença entre a resistência da gordura, em deixar a corrente passar, e a velocidade com que ela passa em tecidos como os músculos, por exemplo, permite que o aparelho calcule o valor que indica a quantidade de massa magra, gordura e água.

Fonte:  https://www.tuasaude.com

DENSITOMETRIA DE CORPO INTEIRO (Avaliação Composição Corpórea e Avaliação de Risco Cardiovascular e Síndrome Metabólica)

A utilização do método de densitometria na avaliação da composição corporal, permite a medida tanto da massa óssea quanto do conteúdo corporal de gordura e massa magra.

A densitometria por DEXA do corpo inteiro é o único método que avalia todos os compartimentos corporais (massa óssea, massa muscular e água, massa gordurosa).

Existem inúmeras aplicações clínicas para avaliação da composição corporal, doenças neuromusculares e em avaliações nutricionais. Outras aplicações incluem a monitorização das alterações de massa magra e de gordura esperadas nos pacientes em uso de hormônio de crescimento.

Uma vantagem da Densitometria por DEXA é o estudo particularizado de braços, pernas, tronco e abdômen que avalia a gordura abdominal, que está relacionada à resistência insulínica, dislipidemia e hipertensão arterial, que representa um risco adicional para doença cardiovascular e diabetes.

O exame, por ser não-invasivo, é muito simples para o paciente, não requer nenhum preparo e tem duração de 10-15 minutos. A radiação é extremamente baixa, e pode ser repetido quantas vezes for necessário. O Exame de densitometria pode ser considerado mais preciso que o IMC na avaliação de massa muscular e gordura.

Fonte: www.espacorafah.com.br