Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

SAÚDE DA MULHER

A visita ao médico ginecologista deve ser realizada periodicamente. O mais recomendável é que seja feita ao menos uma vez por ano, caso não haja nenhum sintoma alarmante. Essa frequência possibilita a prevenção primária e também a detecção precoce de possíveis doenças.

Caso a mulher sinta desconfortos como reações adversas de anticoncepcionais, corrimentos, cólicas em excesso, dor durante as relações sexuais, entre outros, ela também deve procurar orientação médica.

Quando for à consulta de rotina, lembre-se sempre:

  • Evitar ir ao ginecologista durante o período menstrual, para que possam ser realizados todos os exames necessários;
  • Marcar a data do início da sua última menstruação;
  • Levar os resultados de exames anteriores;
  • Anotar o nome do medicamento (anticoncepcional) que está tomando;
  • Fazer uma lista com todas as suas dúvidas.

Para o médico, é muito importante obter dados relevantes, como eventuais sintomas que você apresente, dúvidas com relação à sua saúde sexual e reprodutiva, assim como seu bem-estar geral, seu histórico de doenças e o de seus familiares. Essas informações formarão um quadro que, quanto mais completo for, possibilitará ao especialista determinar a orientação adequada para você. Do método contraceptivo ideal ao tratamento de possíveis doenças, a consulta de rotina é essencial para mulheres de todas as idades terem uma vida saudável.

É durante a consulta de rotina que o ginecologista realizará exames essenciais para a saúde da mulher, como o Papanicolau. Esse procedimento, em especial, deve ser realizado anualmente, com o objetivo de identificar pacientes do grupo de risco para câncer de colo de útero.

Fonte: http://www.gineco.com.br/saude-feminina/exames-de-rotina/agenda-de-visita-medica/