Central de agendamento: (19) 3886.2444 | 3876.3435 | 3836.3839 | 3836.3894 | Facebook

CUIDADOS COM A SAÚDE DO HOMEM PROLONGAM A VIDA

 

Em média, os homens vivem sete anos a menos do que as mulheres. Entretanto, isto está mais ligado aos hábitos de vida do que à genética. Isso porque as pessoas do sexo masculino se preocupam menos com a saúde.

Segundo uma pesquisa do Centro de Referência em Saúde do Homem de São Paulo, os homens adiam ao máximo ir ao médico. Entre os que vão, 70% deles são influenciados a fazer isso pela mulher ou pelos filhos. E a falta de cuidados com a saúde do homem faz com que mais da metade deles já cheguem ao consultório médico com doenças em estágio avançado.

Então, se você vive adiando sua consulta ou seus exames de rotina, é importante saber que a descoberta precoce dos problemas de saúde mais comuns entre os homens – como infarto, câncer do pulmão, diabetes e colesterol alto – pode fazer com que o tratamento tenha um resultado melhor.

Problemas que mais afetam a saúde do homem

Infarto – os homens são os mais atingidos pelos problemas cardiovasculares, cujo maior vilão é o infarto. Ele acontece quando a passagem do sangue nas artérias é bloqueada, por exemplo, por um coágulo, o que faz o músculo cardíaco começar a morrer. Quanto mais tempo levar para a pessoa ser socorrida e tratada, piores serão os danos. Entre os fatores de risco para o infarto estão a idade (a partir dos 45 anos para os homens), fumo, pressão alta, colesterol alto, diabetes, histórico de parentes próximos com o problema, sedentarismo, obesidade e estresse. A prevenção envolve alguns fatores, por isso, leve a sério os cuidados com a saúde do homem:

Faça exercícios físicos regularmente depois de passar por avaliação médica;
Mantenha uma dieta saudável e variada, com o mínimo possível de alimentos industrializados e de sal;
Não fume;
Tome o mínimo possível de bebidas alcoólicas;
Mantenha-se próximo ao peso ideal para o seu tipo físico e sua idade;
Se tiver algum problema de saúde – como pressão alta, problemas cardíacos ou diabetes, por exemplo -, tome os medicamentos da forma correta e também siga as demais orientações do seu médico.

Câncer – entre os vários tipos de câncer, os que mais afetam os homens são os de pele e de próstata. Entretanto, o que mais mata é o de pulmão. O fumo é o maior fator de risco, mas as chances de desenvolver o câncer de pulmão diminuem muito se você parar – mesmo que tenha fumado durante muitos anos. E não é só o fumante que corre risco, mas também quem está exposto à fumaça. Alguns cuidados com a saúde do homem são importantes para a prevenção:

Não fume;
Pare de fumar, peça ajuda ao seu médico para traçar estratégias para isto;
Evite ser fumante passivo, a fumaça da ponta do cigarro é ainda mais perigosa;
Siga uma dieta saudável, com muitas frutas, legumes e verduras;
Faça exercícios regularmente.

Diabetes – No tipo 1 da doença, o pâncreas não é capaz de produzir insulina, enquanto que, no tipo 2, há um distúrbio que diminui a nossa capacidade de utilizar a insulina. O resultado em ambos os casos é que há um aumento da glicose no sangue. A insulina é o hormônio que transporta a glicose para as nossas células para que elas tenham a energia que precisam para funcionar. Embora não exista forma de prevenir o diabetes tipo 1, existem alguns cuidados com a saúde do homem que ajudam a tratá-la, que são os mesmos que ajudam a prevenir a diabetes tipo 2:

Mantenha uma dieta saudável e variada, com baixo teor de gordura;
Perca o excesso de peso;
Pratique exercícios físicos regularmente.

Colesterol alto – embora o seu corpo precise de colesterol para produzir células saudáveis, o excesso pode até matar. Isso acontece porque o excesso da substância se deposita nos vasos sanguíneos e nas artérias, estreitando-os pouco a pouco e diminuindo o fluxo de sangue, o que pode causar um infarto ou um acidente vascular cerebral (AVC). Alguns cuidados com a saúde do homem podem ajudar a preveni-lo:

Evite gorduras trans, elas aumentam o colesterol ruim (LDL) e diminuem o bom (HDL);
Coma menos alimentos ricos em colesterol, como carnes vermelhas, gemas de ovos e leite integral;
Coma mais frutas e vegetais, que são ricos em fibras, o que ajuda a reduzir o colesterol;
Coma peixes ricos em ômega 3, como atum, salmão e sardinha, pois a substância ajuda a manter o coração saudável;
Perca o excesso de peso, isto contribui para diminuir o colesterol;
Exercite-se regularmente, o que também ajuda a melhorar os níveis de colesterol;
Não fume ou pare de fumar.
Procure ir ao médico com regularidade e fazer os exames que ele pedir. Lembre-se que quanto mais cedo os problemas de saúde forem descobertos, maiores são as chances de cura ou do tratamento proporcionar a melhor qualidade de vida possível. Não tomar conhecimento não fará com que os problemas sumam, pelo contrário. Só vai piorar a situação.
Fonte: https://www.gndi.com.br